Ambulantes que atuam na orla de João Pessoa fazem protesto pedindo liberação para trabalhar.

Ambulantes que atuam na orla de João Pessoa fazem protesto pedindo liberação para trabalhar.

Os ambulantes da orla de João Pessoa protestaram nesta segunda-feira (19/04) cobrando a prefeitura o retorno de trabalhos na faixa de areia. De acordo com o último decreto da prefeitura, a instalação de barracas e cadeiras na faixa de areia está proibido.

O protesto interrompeu o trânsito na Avenida Argemiro de Figueiredo com a Rua Marino Oliveira Luna, no Jardim Oceania, por volta das 14h e continuava até a última atualização desta matéria. Agentes da Semob-JP estão no local.

Os ambulantes informaram que estão tentando reuniões com a prefeitura, mas não conseguiram. Disseram que enviaram propostas de trabalhar, ao menos, no fim de semana, em horário reduzido, com número menor de guarda-sóis e cadeiras, mas não tiveram retorno.

"O monstro tá batendo na minha porta, a fome, aluguel atrasado, energia pra cortar, água, botijão (de gás), um filho pede um pão pra comer e você não ter, está nos levando ao suicídio, nós não aguentamos mais, queremos trabalhar" desabafou um dos manifestantes.