Homem é condenado a 83 anos de prisão por tortura e decapitação de três mulheres, em Fortaleza/CE.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Um homem foi condenado a 83 anos e 5 meses de prisão por ter torturado, decapitado e ocultado o cadáver de três mulheres no Bairro Vila Velha, em Fortaleza, no ano de 2018. A sentença foi proferida pela 3ª Vara do Júri da Comarca da Capital, no dia 12 deste mês.

O júri sentenciou o réu Jonathan Lopes Duarte pelos crimes de homicídio qualificado (motivo torpe, método cruel e meio que impossibilitou a defesa da vítima); ocultação de cadáver, participação em organização criminosa e porte ilegal de arma de fogo. Ele deverá cumprir a pena em regime fechado. A sessão foi presidida pela juíza Daniela Lima da Rocha.

O crime ocorreu no dia 2 de março de 2018 em um manguezal do Bairro Vila Velha, na periferia de Fortaleza. Segundo denúncia do Ministério Público do Ceará (MPCE), seis acusados teriam orquestrado e concorrido para a morte das três vítimas. Os corpos delas foram mutilados com uma faca de 25 centímetros.

Conforme as investigações, Nara Aline Mota de Lima (23 anos), Darcyelle Ancelmo de Alencar (31) e Ingrid Teixeira Ferreira (22) faziam parte de uma facção criminosa de origem carioca, rival do grupo cearense que organizou o triplo homicídio. As cenas de horror foram filmadas e compartilhadas em redes sociais.

O alvo da gangue era Nara Aline, conforme a Polícia Civil investigou na época. As outras duas foram mortas por estarem na companhia dela quando a mulher foi achada pelos criminosos. A morte dela teria sido encomendada por um dos chefes da organização criminosa cearense.

POSTS RELACIONADOS

Inscrever-se
Notificar de
0 Comentários
Feedbacks Inline
Ver todos os comentários
plugins premium WordPress
0
Adoraria seus pensamentos, por favor, comente.x