Polícia ouve depoimentos de familiares de jovem morta no Sertão da PB nesta terça-feira (23).

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Os familiares de Michelle Macena de Andrade Nascimento, de 20 anos, morta após sofrer um traumatismo craniano, em Uiraúna, no Sertão da Paraíba, devem prestar depoimento à polícia nesta terça-feira (23). A suspeita é de que um murro dado pelo próprio pai dela tenha provocado a morte. Ele segue foragido desde o ocorrido.

Segundo a Polícia Civil, os parentes seriam ouvidos nesta segunda-feira (22), mas a data foi adiada em respeito ao luto da família, que realizou o velório e o enterro da vítima durante a manhã.

Conforme o delegado Ilamilton Simplício, superintendente da Delegacia Seccional de Cajazeiras, Michelle teria caído com o murro e batido com força a cabeça no chão ou na parede. Com o impacto, teve o traumatismo. A agressão aconteceu na última sexta-feira (19) e a morte foi confirmada no dia seguinte.

Segundo o delegado, a jovem realizava uma faxina em casa quando o irmão dela chegou e sujou um fogão que ela acabara de limpar. Começou-se uma discussão entre ambos e, no momento, o pai chegou em casa. Ele resolveu intervir e, na briga que se seguiu, bateu com violência no rosto da filha, provocando os fatos que levaram à morte dela.

O delegado explicou que o corpo da menina passou por exames no Instituto de Polícia Científica (IPC). O pai dela, no entanto, não estava na residência deles quando a polícia chegou. Essa é, inclusive, uma das razões pela qual a polícia o considera um suspeito.

POSTS RELACIONADOS

Inscrever-se
Notificar de
0 Comentários
Feedbacks Inline
Ver todos os comentários
plugins premium WordPress
0
Adoraria seus pensamentos, por favor, comente.x