Professor é condenado por estupro de vulnerável no Agreste da Paraíba.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Um professor de educação física foi sentenciado a uma pena de 12 anos e nove meses de reclusão, em regime fechado por estupro de vulnerável. A decisão da condenação foi dada pelo juiz José Jackson, da Vara Única da Comarca de Alagoinha, no Agreste da Paraíba, e divulgada nesta quinta-feira (29).

O homem é acusado do estupro de uma menina de 11 anos, no primeiro semestre de 2022. De acordo com a Justiça, a ação teria acontecido várias vezes na casa do acusado, que fica próximo a residência da avó materna da vítima. Além disso, o homem teria cometido o crime na cidade de Guarabira durante um passeio com a vítima, o irmão mais novo e outras crianças.

A defesa pediu a absolvição do acusado, alegando falta de provas. Mas se ele fosse condenado, que o juiz concedesse regime semiaberto.

A Justiça decretou a sentença de 12 anos e nove meses de reclusão, em regime fechado, e informou que nos crimes contra a dignidade sexual, a palavra da vítima junto com razoáveis indícios de prova, é suficiente para a decisão.

A defesa pode recorrer à decisão.

POSTS RELACIONADOS

Inscrever-se
Notificar de
0 Comentários
Feedbacks Inline
Ver todos os comentários
plugins premium WordPress
0
Adoraria seus pensamentos, por favor, comente.x