Salvador/BA: Suposta traição de Sara seria a possível motivação para marido matar cantora gospel.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Mais um novo fato foi exposto neste sábado (28/10), sobre o caso do desaparecimento seguido de morte da cantora Sara Mariano.

De acordo com informações de sites do estado da Bahia, um motorista por aplicativo, teria tido um suposto relacionamento com a cantora. De acordo com a polícia civil que investiga o caso, o depoimento do Uber foi considerado de fundamental importância para descobrir que Erlan Mariano estava escondendo da polícia a possível motivação do crime.

Conforme as informações, o motorista conheceu Sara durante uma corrida 6 meses atrás. Ele passou a dirigir para a cantora em corridas particulares e acabaram trocando mensagens no WhatsApp. O motorista teria mantido um relacionamento com a vítima a cerca de 2 meses atrás e que Sara havia dito que era solteira.

Ainda segundo o motorista, ele teria descoberto que a cantora era casada e acabou “cortando a relação íntima”, mas que manteve conversas por WhatsApp e ligações até ir embora para Florianópolis em setembro deste ano. Após a mudança de estado, o motorista disse que passou a receber ligações de Erlan Mariano com ameaças de morte.

O motorista teria contado para polícia, que depois de receber o telefonema, salvou o contato e identificou que seria da TV Shalon, contato que aparece na rede social de Erlan. O motorista disse ainda que ligou para o marido de Sara e falou que não sabia que ela era casada.

Corpo ainda não identificado no IML:

Apesar de ter sido reconhecido pelo marido de Sara Mariano no local do crime, nesta sexta-feira (27/10), o corpo encontrado às margens da BA-093 ainda não foi identificado oficialmente pelos peritos do Departamento de Polícia Técnica, pois o procedimento deve ser realizado após chegada da mãe da vítima na capital Salvador.

Segundo o advogado da família da vítima, Dr. Marcus Rodrigues, o corpo já se encontra no IML de Salvador, desde a madrugada deste sábado (28/10).

“O reconhecimento ainda não pôde ser realizado porque somente parentes de primeiro grau podem fazer o procedimento. Além disso, a maior parte do corpo está carbonizado. Os peritos devem utilizar técnicas como exame de arcada dentária através de um odontologista ou fazer sobreposição de imagens através de um software”, disse Dr. Marcus.

Ainda conforme o advogado da família, a mãe de Sara Mariano deve desembarcar em Salvador neste domingo (29). Ela reside no estado do Maranhão e acompanha a repercussão do caso através de sites e redes sociais.

Fonte: Site Alô Juca.

POSTS RELACIONADOS

Inscrever-se
Notificar de
0 Comentários
Feedbacks Inline
Ver todos os comentários
plugins premium WordPress
0
Adoraria seus pensamentos, por favor, comente.x