Grupo de 35 torcedores é preso após brigas antes de jogo de futebol entre Fortaleza e Goiás.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Um grupo de 35 torcedores de futebol foi preso e autuado em flagrante por envolvimento em brigas no último domingo (03/12), antes do jogo entre Fortaleza e Goiás pelo Campeonato Brasileiro, no entorno da Arena Castelão, em Fortaleza. A prisão aconteceu após recomendação do Ministério Público do Ceará, por meio do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudtor).

As prisões foram realizadas pela Polícia Militar. “Não basta o trabalho de dispersão dos grupos que fazem confusão, é fundamental as prisões, uma vez que só a dispersão não estava surtindo o efeito desejado”, disse o coordenador do Nudtor, promotor de Justiça Edvando França.

“Diante de um crime previsto na Lei Geral do Esporte, é preciso que haja consequências jurídicas para os envolvidos, como afastamento e prisões, além do cadastro de maus torcedores, uma vez que todos ficam identificados”, complementou o promotor.

Dos 35 torcedores, 30 pagaram multa no valor de R$ 400,00 (em quatro parcelas de R$ 100) e foram liberados, por terem bons antecedentes. Já os outros cinco foram denunciados pelo MPCE, por meio do promotor de Justiça José Aurélio, uma vez que possuem antecedentes criminais. Os denunciados poderão ser condenados à pena de um a dois anos de prisão, mas responderão em liberdade.

Além disso, o Nudtor também irá requerer ao Fortaleza Esporte Clube que não libere ingressos das partidas aos envolvidos durante os próximos quatro meses. Os presos foram enquadrados no artigo 201 da Lei Geral do Esporte (Lei nº 14.597/2023), e no artigo 76 da Lei nº 9.099/1995.

Para o Nudtor, essa postura será adotada daqui para a frente em todos os jogos, com o apoio das Polícias Militar e Civil, dos clubes, da Guarda Municipal e do Poder Judiciário, imprescindível para a realização da megaoperação, como a realizada no último domingo.

“Essa grande quantidade de prisões é um recado que o Ministério Público dá à sociedade de que aqueles que vão ao estádio para promover tumultos serão devidamente punidos”, pontuou Edvando França.

POSTS RELACIONADOS

Inscrever-se
Notificar de
0 Comentários
Feedbacks Inline
Ver todos os comentários
plugins premium WordPress
0
Adoraria seus pensamentos, por favor, comente.x